[caption id="attachment_859" align="alignleft" width="660"]A humita, tradicional em vários países da América Latina,  é um bom acompanhamento para carnes A humita, tradicional em vários países da América Latina, é um bom acompanhamento para carnes[/caption]

Curau, pamonha, bolo de milho, pipoca, milho cozido… Se sobrarem algumas espigas depois de tantos quitutes de festa junina, minha sugestão é preparar humita, prato tradicional em vários países da América Latina, como Argentina, Chile e Peru.

Esta receita, eu provei em um jantar promovido pelos vinhos Penedo Borges, de Mendoza (Argentina), no restaurante paulistano Terraço Itália, com o argentino Jesus Cahiza como chef convidado. Cremosa, adocicada, ela acompanhou bem um cordeiro com molho de redução de malbec. Em casa, meu marido já serviu humita com frango grelhado — também uma ótima combinação.

Ingredientes
12 espigas de milho (bem amarelo e doce)
1 quilo de abóbora (o tipo mais doce)
300 gramas de cebola
200 gramas de pimentão vermelho ou amarelo
400 gramas de tomate
1 colher (sopa) de manteiga
½ colher (sopa) de azeite de oliva
Sal a gosto
Páprica picante a gosto
Manjericão fresco a gosto
Leite (quanto bastar)

Modo de preparo
Rale o milho e a abóbora. Reserve.

Pique em pedacinhos a cebola, o pimentão e, separadamente, o tomate descascado. Reserve.

Em uma panela de fundo bem grosso, coloque o azeite de oliva e a manteiga. Refogue a cebola e o pimentão até que a cebola fique transparente.

Junte o tomate, cozinhe alguns minutos e então condimente com páprica picante e sal.

Acrescente o milho e a abóbora ralados e o manjericão.

Cozinhe em fogo baixo, mexendo constantemente para evitar que grude no fundo.

Se for necessário, adicione leite para não ficar muito espesso.

Rendimento: 10 porções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *